top of page

Desfralde: quando é a hora certa?

Um dos maiores desafios dos pais é saber o momento ideal de tirar as fraldas do bebê, pois é para muitos um marco na forma de ver a independência dos filhos. Afinal, é com ela que eles começam a perceber não só o seu crescimento como a sua maturidade.


Nesse artigo vamos dar algumas dicas para te ajudar no momento do desfrade!



O desfralde é um processo que segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria se inicia a partir de dois anos e meio mas pode postergar até os três, quatro anos de idade. Segundo a entidade, é nessa faixa etária que a criança passa a comandar os esfíncteres (estruturas que controlam a abertura e o fechamento da uretra e do ânus). No entanto, mais do que focar na idade, vale lembrar que o momento ideal é quando o bebê se mostrar preparado, e isso pode variar muito de criança para criança.


1) Qual o período melhor para o desfralde?

De acordo com os especialistas, o período entre a primavera e o verão é o ideal para estimular os pequenos a saírem da fralda porque com o clima quente, eles se sentem mais à vontade e já usam menos roupas, o que facilita na hora de tirá-las para usar o banheiro.

A pediatria costuma sugerir aos pais que comecem pelo desfralde diurno para depois avançar para o noturno.


2) Quais são os sinais que indicam que a criança está no momento certo do desfralde?

- se a criança indicar que a fralda suja a incomoda por estar molhada de xixi ou suja de cocô e começa a verbalizar isso;

- se a criança transparecer nojo ou estranhamento por conta da fralda;

- se a criança informar que está fazendo xixi ou cocô e até fala quando fez um ou outro na fralda;

- A criança faz coco em horários mais ou menos determinados;

- Faz movimentos que indicam que está evacuando, como ficar parado num canto, abaixa ou se esconde dos adultos;

- Fica um intervalo de três a quatro horas seco (demonstrando que já há um treinamento da bexiga para segurar a urina);

- Faz uma grande quantidade de xixi de uma só vez;

- Já sabe que a ida ao banheiro está vinculada à higiene pessoal, como fazer xixi, cocô, lavar as mãos, escovar os dentes, tomar banho;

- Consegue ficar sentada em uma única posição em um intervalo de 2 a 5 minutos;

- Consegue abaixar e levantar a calcinha ou a cueca e a calça;

- Mostra interesse em sentar no vaso sanitário, mesmo que por brincadeira.


3) Dicas para iniciar o desfralde

- O diálogo é primordial nessa etapa. Ensinar para a criança que ela cresceu, que a fralda é um recurso para crianças pequeninas e que existe um lugar ao qual pessoas crescidas vão para deixar o xixi e o cocô pode ajudar. Esse tipo de discurso, com teor de que a criança amadureceu e cresceu, costuma colaborar para que ela entenda a importância do banheiro.

- Seja paciente, compreensivo, tolerante e tenha tempo para fazer esta transição. Não espere que a escola peça isso, afinal, ninguém melhor do que os pais para saber o momento dessa grande mudança na vida da criança. Segundo os especialistas, a escola pode colaborar, auxiliar, dar continuidade, estimular, mas a iniciativa deve partir dos pais e em casa.

- Aproveite um feriado, um fim de semana prolongado ou até mesmo um período de férias para se dedicar a essa transição. De um modo geral, as crianças demoram uma semana para se adaptar e enfim, usar o vaso sanitário ou mesmo o penico e abandonarem as fraldas do dia.

- Se possível, deixe a criança sem roupa para que assim ela ‘se lembre’ de pedir para usar o banheiro.

- Se você optar pelo adaptador de assento, providencie um banquinho para que o pequeno suba e também apoie os pés nele ao utilizá-lo.

- Brinque usando calcinhas ou cuecas de personagens divertidos para que ele possa escolher a que quer usar, e dessa forma você possa continuar a estimulá-lo o seu filho.

- Faça um mural com adesivos no próprio banheiro e dê à criança um como prêmio a cada vez que ela conseguir usar o vaso ou o penico. Também dá para levar o bichinho de pelúcia ou boneco favorito do pequeno para assisti-lo no banheiro.

- Evite vestir roupas difíceis de tirar, como bodys, macacões, jardineiras. Quanto mais fácil ela se despir, mais prático e rápido será usar o uso do banheiro.

- Demonstrar com gestos e diálogo o quão feliz e orgulhoso você está com o pequeno é fundamental. Parabenize-o por todas as vezes que ele conseguir chegar a tempo no banheiro.


4) E se ocorrer escapes?

Não se desespere e nem desista se houver escapes, porque vai acontecer principalmente nos primeiros dias, tanto de xixi como de cocô. Respire fundo, diga a criança que da próxima vez ela irá conseguir, que falta pouco, mas jamais dê bronca ou brigue com ela por causa disso.

Em alguns casos, os escapes podem ocorrer porque o desfralde está acontecendo em um período no qual a criança está encarando alguma novidade, como, por exemplo, se ela tiver um irmãozinho chegando ou estiver começando na escolinha. É importante que o período escolhido seja mais calmo, para que o pequeno não fique ansioso e interrompa o progresso.

Na maior parte das vezes, o escape ocorre no período noturno. Algumas dicas dos pediatras e dos psicólogos infantis podem evitar os acidentes de noite, como diminuir a quantidade de líquidos após as 18 horas, levar a criança para fazer xixi antes de dormir, colocar um boneco ou ursinho de que a criança goste para dormir com ela na cama e dizer para ela tentar não molhar o brinquedo. Em outros casos, também é possível forrar a cama com um plástico e acordar o pequeno no meio da noite para levá-lo ao banheiro


Para o desfralde ocorrer, é preciso ter paciência, pois trata-se de um processo que não tem duração pré-definida e significa um grande aprendizado para seu filho(a). E, por fim, lembre-se que apesar de seguir todas essas dicas, pode acontecer de a criança não estar preparada e o desfralde não evoluir. Dê um tempo a ela e após um ou dois meses, recomece.



Na loja Filó Baby você encontra todos os produtos para os cuidados do seu filho!


https://www.filobaby.com.br/cuidados-com-o-bebe


25 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page